Dra. Patricia Rittes | VANQUISH: ELE É UM SUCESSO
16132
post-template-default,single,single-post,postid-16132,single-format-standard,eltd-core-1.0.3,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-title-hidden,footer_responsive_adv,qode-theme-ver-10.1,wpb-js-composer js-comp-ver-5.2,vc_responsive

VANQUISH: ELE É UM SUCESSO

A matéria abaixo, Santa Tecnologia, publicada em março de 2015, falava de um novo aparelho que prometia derreter as gordurinhas localizadas na barriga e ao redor da cintura, sem que o dito aparelho encostasse no corpo. O nome desse melhor amigo das barrigudinhas (e barrigudinhos) era Vanquish e estava para desembarcar no Brasil.
Desde sua chegada em terras brasilis, ele vem conquistando cada vez mais fãs, e sendo estrela de matérias em revistas como a Bazaar, Vogue e Glamour. Os efeitos, agora comprovados pela própria Dra. Patricia Rittes em seu consultório, são impressionantes: é possível perder até 10 centímetros de circunferência em quatro sessões. Além de deixar a cinturinha mais fina, a eliminação dessa gordura localizada faz bem para a saúde do coração.
Para ajudar você a se lembrar do que foi publicado, segue a matéria.

Santa Tecnologia
Sabe aquela “pochette” de gordura que quase todo mundo carrega todos os dias? Aquela que você cansa de malhar na academia e ela não sai dali ? “Só com lipoaspiração”, dizem as más línguas. Ela está fadada a desaparecer para sempre da sua barriga, linha da cintura e adjacências – sem dor, sem invasão e sem encostar no corpo.

Mágica? Não. Tecnologia. Desenvolvida pela BTL Industries, de Praga, Vanquish™ foi a grande aposta do 73º Congresso Americano de Dermatologia (AAD American Academy of Dermatology), que aconteceu em São Francisco, California, onde foi apresentada. O aparelho se vale da Rádio Frequência para derreter essa gordura, sem nenhuma dor e a certa distancia do corpo. Estudos provaram a eficiência da radiofrequência e do não- contato na redução dos contornos do corpo.

A explicação técnica é complexa e não vem ao caso, o que interessa para leigos é que testes feitos em 40 pessoas saudáveis (36 mulheres e 4 homens), entre 18 e 68 anos, comprovaram que a técnica, que atinge as camadas subcutâneas mais profundas com o calor provocado pela radiofrequência, queima realmente a gordura localizada.

Uma vez por semana, durante 30 minutos, uma espécie de prancha é colocada sobre a área a ser tratada, sem encostar o corpo. A homogeneidade da distribuição do calor trabalha sobre a gordura, e eliminou de 1 a 13 centímetros, na maioria dos participantes do estudo. Uma atitude que faz bem para a saúde (a gordura localizada nessa região é sinal de propensão para o diabetes e enfartes).

 

 

No Comments

Post A Comment